Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Testeira

Estudo recente revela avanços na relação entre cognição humana e personalidade

A análise levou mais de uma década para apresentar suas primeiras conclusões, como enfatiza o pós-doutor Fabiano de Abreu

Wallacy Ferrari
por Wallacy Ferrari
[email protected]

Publicado em 10/06/2023, às 15h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Imagem poética ilustra modelo pensando - Imagem de pch.vecto no Freepik
Imagem poética ilustra modelo pensando - Imagem de pch.vecto no Freepik

Durante mais de uma década vários pesquisadores e cientistas de variadas áreas conduziram um estudo abrangente sobre a interação complexa entre a cognição humana e os traços de personalidade.

Este estudo teve por base em uma análise de mais de 1.300 estudos de todo o mundo, envolvendo mais de 2 milhões de participantes e realizado ao longo de 13 anos. As descobertas deste estudo gigantesco revelaram insights significativos sobre como os traços de personalidade e as habilidades cognitivas se relacionam.

Os resultados indicaram uma relação direta entre a capacidade cognitiva e os níveis de atividade, demonstrando que indivíduos ativos e enérgicos tendem a ter um melhor desempenho em várias habilidades cognitivas, incluindo aquisição de conhecimento e recuperação de memória. Além disso, observou-se uma correlação positiva forte entre as habilidades cognitivas e uma mente aberta.

Este estudo representa um avanço na compreensão da individualidade humana, lançando luz sobre a diversidade da mesma. Os pesquisadores utilizaram uma amostra significativa, composta por dados de mais de 1.300 estudos realizados em 50 países.

Essa abordagem permitiu que eles analisassem 79 traços de personalidade e 97 habilidades cognitivas, abrangendo diversas culturas e grupos demográficos, ou seja, os dados são bastante amplos.

Novos caminhos

Os resultados deste estudo têm implicações importantes, destacando a importância da relação entre personalidade e inteligência. Essa pesquisa oferece uma base sólida para investigar questões mais profundas relacionadas a essas conexões.

Além disso, esses resultados têm o potencial de auxiliar as pessoas com a sua compreensão pessoal e no desenvolvimento do seu pleno potencial; no campo da pesquisa, os cientistas estão a explorar métodos inovadores, como o uso de sensores e inteligência artificial generativa, para avaliar os traços de personalidade e as habilidades cognitivas.

Além disso, o estudo revelou a consistência dos métodos de pesquisa ao longo do último século, com a utilização frequente de autorrelatos para avaliar os traços de personalidade.

As descobertas deste estudo oferecem uma quantificação abrangente das relações conhecidas entre personalidade e habilidades cognitivas, além de identificar novas conexões e destacar lacunas de conhecimento.

Para auxiliar pesquisas futuras e promover um maior entendimento, os resultados ficarão disponíveis através de um banco de dados codificado numa ferramenta interativa, acessível à comunidade científica.


Sobre o autor

Dr. Fabiano de Abreu Agrela Rodrigues, é um Pós-doutor e PhD em neurociências eleito membro da Sigma Xi, The Scientific Research Honor Society e Membro da Society for Neuroscience (USA) e da APA - American Philosophical Association, Mestre em Psicologia, Licenciado em Biologia e História; também Tecnólogo em Antropologia e filosofia com várias formações nacionais e internacionais em Neurociências e Neuropsicologia. Pesquisador e especialista em Nutrigenética e genômica. É diretor do Centro de Pesquisas e Análises Heráclito (CPAH), Cientista no Hospital Universitário Martin Dockweiler, Chefe do Departamento de Ciências e Tecnologia da Logos University International, Membro ativo da Redilat, membro-sócio da APBE - Associação Portuguesa de Biologia Evolutiva e da SPCE - Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação. Membro Mensa, Intertel e Triple Nine Society.